Reabertura da escola Vasco da Gama é arma para melhorar imagem de Campello

Alexandre Campello presidente do Vasco fez a reabertura da escola que está dentro da propriedade do Vasco do São Januário. Apesar do clima de festa do presidente cenários não estavam contentes. O objetivo dele com essa sala é consegui ser reeleito ao cargo, mas ninguém sabe se será bem sucedido.

Não são só os departamentos futebolísticos que estão faltando pagamento os docentes da escola do clube cruz-maltino também estão com os salários atrasados.

Os professores tiveram seus salários diminuídos pelas ações do governo Bolsonaro por causa da pandemia e para acabar de completar o presidente de Capello não tem feito os pagamentos da parte que lhe cabe.

Em relação a carta oficial emitida pelo Vasco em que este desmistifica as notícias pelo UOL Esporte, agora UOL rebate afirmando que algumas sentenças do comunicado da carta não conferem com os relatos de funcionários como por exemplo que o pagamento seria feito dia 20 por um acordo interno, mas sim dia 5 e relatam que estão há três meses sem receber.

 

O Vasco admite as suas falhas no pagamento de funcionários como os professores e diz que em breve vai quitar as folhas atrasadas.

 

A campanha de reinauguração realizada em benefício do presidente segundo o Vasco já estava com data marcada bem no início da pandemia.

Mesmo com salários reduzidos e não recebendo o que é devido da administração de Capello os professores estão trabalhando muito mais do que o normal, sendo que a sua carga horária deveria ser reduzida pela metade…

Em vista da pandemia foi determinado pelo governo que os alunos terão aula online sem previsão de aulas presenciais.

Inauguração da escola que deveria ter aspectos apenas positivos, não são bem assim algumas críticas, como por exemplo, as salas não são espaçosa suficiente para atender os limites de distanciamento e as quantidades de alunos a se receber.

Para ver se consegue se reeleito para presidência Campello usa a seguinte frase em sua campanha “no rumo certo”

Alexandre diz que está atenta às necessidades de reestruturação dos patrimônios estruturais e que sem dúvida serão realizados gradativamente.

 

 

 

 

 

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.