Vasco dá um pronunciamento sobre falta de pagamentos

Muito se tem ouvido falando na mídia social sobre o atraso dos salários por parte do Vasco, em vista disso o clube emitir uma nota oficial para explicar a situação.

Por exemplo, o clube do São Januário desmente a informação do atraso de quatro meses de trabalho de seus funcionários.

O Vasco da Gama diz que não são quatro, mas sim dois meses e 1 mês apenas para o elenco. Entra na conta também uma parcela do contrato feito no início do ano.

Entretanto, a informação de que Vasco estaria devendo 4 meses veio do fato de que empresas terceirizadas que não tem envolvimento direto com o clube apontam quatro meses sem pagamento.

No comunicado oficial ainda é uma metida outro fato, para o clube só é considerado atraso de pagamento a partir do dia 20 de cada mês. Este é um acordo feito internamente, entretanto legalmente nós termos judiciários após o dia 5 já é considerado atraso.

Como desculpa, ou Vasco responsabiliza o advento da pandemia do coronavirus que o impedem sanar esses débitos da maneira como gostariam.

O clube cruzmaltino diz que sem dúvida pagará por esses dias pelo menos um mês. Internamente os trabalhadores que já estão Aflitos com a falta de pagamentos pensam na possibilidade de realizar uma greve.

Veja abaixo a íntegra da nota oficial:

“Nos últimos dias, informações infundadas sobre o Club de Regatas Vasco da Gama têm surgido no noticiário e nas redes sociais. Causa estranheza – ou, lamentavelmente, nem tanto – que a proliferação de inverdades ganhe corpo com a proximidade das eleições no Clube.

Vamos aos fatos.

O Club de Regatas Vasco da Gama desmente veementemente a informação publicada na última quarta-feira (14/10) pelo Portal UOL dando conta de que o Clube deve quatro meses de salário aos funcionários. Ao contrário do que diz a referida reportagem, o Clube quitou integralmente os salários referentes ao mês de junho.” 

O clube ainda continua dizendo que não há débitos de junho e que, na próxima semana, deve acertar novos compromissos.

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.