SIGA-NOS

Sem divisão em 2018, Ituano vira maior ameaça ao Vasco na luta pelo acesso Sexta-feira, 28/10/2022 – 13:32 Quem olhava para o Ituano em 2018, vendo a equipe sem divisão nacional e tendo de se contentar com a participação na Copa Paulista, mal poderia imaginar que quatro anos depois a equipe se tornaria a maior ameaça ao Vasco na briga pelo acesso à Série A do Campeonato Brasileiro.

Fato é que com a derrota dos cariocas para o Sampaio Corrêa, nesta quinta-feira, caso o Galo de Itu vença o Londrina nesta sexta, a equipe ficará a apenas dois pontos do Cruz-maltino. Mas o principal ainda estará por vir, já que a última rodada coloca frente a frente justamente Ituano e Vasco, no que pode ser um confronto direto por uma vaga na elite nacional.

Se para o Vasco o duelo pode valer o retorno à principal divisão do Campeonato Brasileiro, tido como fundamental no atual momento do clube, para o Ituano pode ser a chance de disputar a Série A pela primeira vez na história.

É inegável que o mais recente resultado do Vasco mexe com o ambiente do Ituano e o próprio técnico rubro-negro, Carlos Pimentel, havia falado sobre isso após a vitória sobre o Sampaio Corrêa, no último fim de semana. Por outro lado, o treinador prega foco total no duelo desta noite, contra o Londrina, já que só a vitória é capaz de manter a equipe com chances reais de acesso.

– Se perdermos o foco do próximo jogo, corremos o risco de perder o foco da sequência da competição. É jogo a jogo. Conseguimos e empate com o Londrina aqui no primeiro turno, agora temos de conseguir a vitória – disse Pimentel.

A conta para o Ituano conquistar o acesso é bastante simples: a equipe precisa vencer os dois jogos restantes. Com isso, o Galo chegaria a 60 pontos e deixaria o Vasco com 59. Ou seja, na prática, o time paulista depende apenas dos próprios esforços para atingir o objetivo.

O Galo de Itu é o líder do segundo turno da Série B e, em caso de vitória contra o Londrina nesta sexta, confirma o título simbólico do returno. Não tem valor na tabela, mas é mais uma prova da ascensão do time que terminou o primeiro turno na 16ª posição, com a mesma pontuação do CSA, o primeiro dentro do Z-4 na ocasião. Vasco e Ituano podem fazer confronto direto por acesso na última rodada

Fator casa joga a favor do Galo

Caso Ituano e Vasco cheguem para a última rodada para um confronto direto pelo acesso, o Galo de Itu contará com a vantagem de jogar em casa, onde tem um aproveitamento de 66,6%. No Novelli Júnior, o Rubro-negro acumula dez vitórias, seis empates e apenas duas derrotas. O time paulista, aliás, vem de cinco vitórias consecutivas e não perde no seu estádio há 11 jogos.

O Vasco, por sua vez, tem uma campanha um tanto quanto irregular longe de São Januário. O aproveitamento é de 31,4%, com quatro vitórias, cinco empates e nove derrotas. Nos últimos dez jogos fora de casa, o Cruz-maltino venceu apenas um e acumulou nada menos que oito derrotas.

Trajetória em quatro anos

De um clube sem divisão nacional para candidato à Série A e ameaça a um dos mais tradicionais times brasileiros, o Ituano percorreu muito em pouco tempo. O Galo se garantiu na Série D de 2019 com o bom desempenho no Paulistão do ano anterior e chegou à semifinal, se garantindo na terceira divisão nacional da temporada seguinte.

No primeiro ano na Série C, o Ituano chegou à segunda fase, mas não conquistou o acesso. Já em 2021, com uma campanha bastante sólida, a equipe não apenas retornou à Série B após 14 anos como também conquistou o título da terceira divisão nacional pela segunda vez em sua história. Nesta temporada, o Rubro-negro também faturou o título do Troféu do Interior e se tornou a equipe interiorana há mais tempo na elite estadual, consolidando-se ainda mais como uma força do futebol paulista.

Muito da estruturação do Ituano passa pela gestão de Juninho Paulista, hoje diretor da CBF, que permaneceu quase dez anos à frente do clube e promoveu uma verdadeira revolução dentro do clube.

Hoje o Ituano conta com uma ótima estrutura para os atletas, tem as contas em dia e uma filosofia de valorização e austeridade, que trouxe ótimos resultados, como a surpreendente conquista do Paulistão de 2014 em cima do Santos.

Mudança de técnico

Após a derrota para o Sampaio Corrêa na 17ª rodada do primeiro turno, o Ituano demitiu o técnico Mazola Júnior, que estava há 13 meses no clube com dois títulos (Série C 2021 e Troféu do Interior do Campeonato Paulista 2022).

A gestão do Ituano, capitaneada por Paulo Silvestri, queria um time mais propositivo, mais ofensivo e que fosse protagonista na Série B. A escolha foi por Carlos Pimentel, auxiliar técnico e um estudioso da bola.

A mudança foi mais do que certeira. Nos 19 jogos seguintes, sob o comando de Pimentel, foram 10 vitórias, 6 empates e apenas 3 derrotas, um aproveitamento de 63%. Nesse recorte, nenhum time pontuou mais que o Ituano na competição.

Fonte: ge CompartilheClique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Telegram(abre em nova janela)Clique para compartilhar no WhatsApp(abre em nova janela)Curtir isso:Curtir Carregando… Relacionado

Fonte: vasconet.com.br/2022/10/28/sem-divisao-em-2018-ituano-vira-maior-ameaca-ao-vasco-na-luta-pelo-acesso

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.